domingo, 14 de setembro de 2008

Inspiração Cega! (sem inicio, sem fim e sem meio)

Está é a única inspiração que José Saramago deve ter tido para escrever o livro, inspiração de Fernando Meirelles para fazer o filme e inspiração para Juliane Moore encarnar a mulher do médico. Todos tiveram esta inspiração cega, sem explicação.

Ensaio Sobre a Cegueira, o filme mais esperado por mim, este ano, por tudo, pelo livro que li, pelo diretor Fernando Meirelles(O jardineiro fiel), pelo elenco que sem comentários todos fabulosos desde o Primeiro Cego até a Mulher do médico um mas encarnado no personagem que o outro. Esperei o filme também pelas gravações fico feliz em ver cenas gravadas em lugares que conheço (São Paulo – Centro), a espera valeu apena mais do que esperado, mais do que os críticos diziam, muito mais, tudo começa muito branco e pela primeira vez vejo o caos expressado pelo branco o mesmo branco que nos traz a esperança de um ano melhor, branco de paz, branco de limpo, o branco expressado da forma mais contraria que já vi,um branco que no fundo serve para ofuscar e ao mesmo tempo limpar nossa visão.

Li o livro Ensaio Sobre a Cegueira e vi o filme, ambos fascinantes um por que mexe com sua imaginação, outro por que expressa sua imaginação. Assisti ontem dia da estréia 12/09/2008 vi personagens que já conhecia, personagens que gostava, personagens que também já odiava e acima de tudo personagens que me contavam uma história, que me faziam pensar de forma diferente.

Uma história que quando acabou fiquei pensando, será que a humanidade precisa ficar cega para apreender que necessitamos uns dos outros, que não somos seres sozinhos e sim seres coletivos, e que temos que deixar de lado todo e qualquer tipo de preconceito de raça, classe, religião, opção sexual, etc. assim como a personagem Mulher do Médico a única que enxergava entre os cegos e nenhum momento se negou a ajudar o próximo mesmo sendo “superior” mas ela sabia que era humana igual aos outros vulnerável da mesma forma a cegueira que a qualquer momento também poderia mergulhar no mar branco.

Video do Jose Saramago assistindo o filme: