sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Sonho ainda não Sonhado

Um Sonho que ainda não sonhei: Alice no País das Maravilhas

Tim Burton, esse está produzindo o novo sonho que quero sonhar, só li a matéria e já estou ancioso, por todos os personagens, principalmente o Chapeleiro Maluco, adivinhem quem será?, claro, Johnny Depp, Alice será a atriz desconhecida Mia Wasikowska, e a Rainha Branca será Anne Hathawa, de "O Segredo de Brokeback Mountain", e a Rainha Vermelha é a Bonham Carter, de "Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet". É triste saber que o sonho só será sonhado em 2010, mas com certeza será um sonho inesquecivel.

domingo, 14 de setembro de 2008

Inspiração Cega! (sem inicio, sem fim e sem meio)

Está é a única inspiração que José Saramago deve ter tido para escrever o livro, inspiração de Fernando Meirelles para fazer o filme e inspiração para Juliane Moore encarnar a mulher do médico. Todos tiveram esta inspiração cega, sem explicação.

Ensaio Sobre a Cegueira, o filme mais esperado por mim, este ano, por tudo, pelo livro que li, pelo diretor Fernando Meirelles(O jardineiro fiel), pelo elenco que sem comentários todos fabulosos desde o Primeiro Cego até a Mulher do médico um mas encarnado no personagem que o outro. Esperei o filme também pelas gravações fico feliz em ver cenas gravadas em lugares que conheço (São Paulo – Centro), a espera valeu apena mais do que esperado, mais do que os críticos diziam, muito mais, tudo começa muito branco e pela primeira vez vejo o caos expressado pelo branco o mesmo branco que nos traz a esperança de um ano melhor, branco de paz, branco de limpo, o branco expressado da forma mais contraria que já vi,um branco que no fundo serve para ofuscar e ao mesmo tempo limpar nossa visão.

Li o livro Ensaio Sobre a Cegueira e vi o filme, ambos fascinantes um por que mexe com sua imaginação, outro por que expressa sua imaginação. Assisti ontem dia da estréia 12/09/2008 vi personagens que já conhecia, personagens que gostava, personagens que também já odiava e acima de tudo personagens que me contavam uma história, que me faziam pensar de forma diferente.

Uma história que quando acabou fiquei pensando, será que a humanidade precisa ficar cega para apreender que necessitamos uns dos outros, que não somos seres sozinhos e sim seres coletivos, e que temos que deixar de lado todo e qualquer tipo de preconceito de raça, classe, religião, opção sexual, etc. assim como a personagem Mulher do Médico a única que enxergava entre os cegos e nenhum momento se negou a ajudar o próximo mesmo sendo “superior” mas ela sabia que era humana igual aos outros vulnerável da mesma forma a cegueira que a qualquer momento também poderia mergulhar no mar branco.

Video do Jose Saramago assistindo o filme:

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Segundo Sonho

Segundo Sonho: "Old Boy"

Um sonho Coreano, um sonho que mostra o lado negro do ser humano, um dos sonhos mais chocantes que já sonhei. Sonho que fala de Vingança, Valores e Conceitos.
Um sonho que acaba e você fica pensando nele. Sonhem...


domingo, 10 de agosto de 2008

Primeiro Sonho

Sonhos: neste meu blog sonhos serão filmes, filmes que eu gosto, filmes bonitos e feios, filmes alegres e tristes, ótima produção, péssima produção, filmes novos e velhos, que só eu gosto e que todo mundo gosta, filmes que me fazem bem... filmes que só eu sinto.

Está semana fiz algo que não fazia algum tempo fui ao cinema sozinho, e me fez bem, é um momento único só meu, onde me desligo de tudo, sala iluminada, ligam o projetor, as luzes diminuem, como quando estamos com sono nossos olhos vão se fechando, até que as luzes se apagam, fechamos os olhos, e o filme começa, um sonho começa. Eu não me lembro dos meus sonhos no outro dia, mas lembro muito bem de filmes que assisti a muito tempo.

Só comentárei sobre os filmes(não sinopse, nem nada) e postarei o um trecho e quem se interessar assista.

Primeiro Sonho: "O Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembraças"

Filme que fala de esquecimento de momentos bons e momentos ruins, que nos ensina que devemos valorizar cada momento alegre, momento de paz, por que esses serão os momentos que iremos guardar, mesmo que sejam guardados lá no fundo mas estão lá e são nossos.